Levantamento do ZAP traça perfil da busca por imóveis em Brasília

22 de setembro de 2017

DataZAP, Releases

Terceira cidade mais populosa do país registra maior procura para apartamentos de 1 e 2 dormitórios; Setor Noroeste tem o m² mais valorizado para compra e locação

Maior especialista do mercado imobiliário no Brasil, o ZAP tem realizado uma série de levantamentos para analisar o perfil de busca por imóveis e, desta vez, acaba de divulgar a análise inédita feita para a capital do país, considerando o último ano (setembro/16 a agosto/17). “Brasília é a terceira cidade mais populosa e a oitava com maior média salarial, por isso, é importante entendermos o perfil comportamental da região, principalmente quando falamos do mercado imobiliário, um segmento que vive hoje um momento de retomada. Por exemplo, notamos um crescimento da busca por imóveis para venda e locação em Brasília nos últimos meses, sobretudo a partir de julho”, afirma o CEO do ZAP, Eduardo Schaeffer.

Considerando os dados do IBGE, Brasília está entre as capitais que registraram índices de crescimento populacional nos últimos anos, ficando atrás apenas de Macapá, Palmas e Porto Velho. Nesse cenário, a verticalização acaba se tornando um movimento quase que natural da cidade – a capital brasileira registra uma taxa de 26%, ou seja, 198 mil dos 774 mil domicílios são tipo apartamento.

Considerando esses aspectos, o ZAP traçou o perfil da busca por imóveis na região. De acordo com o levantamento, os apartamentos de 1 e 2 dormitórios estão entre os mais procurados pela população, sendo o primeiro para locação (45,4%) e o segundo para compra (36,3%). Além disso, as preferências em relação à área privativa também costumam variar – para os casos de locação, o destaque fica por conta dos empreendimentos de 31m² a 60m²; já para a compra a busca maior é por áreas de 61m² a 90m².

“Tendo em vista a verticalização da cidade e o valor do m² médio de locação (R$ 29,70) e compra (R$ 8.297), que é o terceiro maior entre as cidades analisadas pelo índice FipeZAP – ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, é natural que tenhamos esse movimento de busca por empreendimentos menores e uma procura maior pelo aluguel – na área administrativa o índice de locação chega a 35% dos domicílios ocupados”, avalia Schaeffer.

Além disso, considerando os bairros de Brasília, as Asas Norte (1º) e Sul (2º) e o Setor Sudeste (3º) lideram o ranking das regiões mais desejadas por quem busca um imóvel, seja para compra ou aluguel, estando também entre as cinco regiões com o preço do m² mais valorizado. “As três regiões fazem parte da região administrativa de Brasília e, por isso, acabam atraindo um público de maior poder aquisitivo e se destacam por integrarem a área tombada como Patrimônio Histórico da Humanidade. Tudo isso, contribui para a valorização dos bairros e para o aumento no interesse do mercado imobiliário”, conclui o CEO do ZAP.

Posts Relacionados

ZAP e Viva Real se unem e criam o Grupo ZAP Viva Real

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Os dois maiores portais imobiliários do Brasil vão revolucionar o mercado, com o aproveitamento de sinergias, aumento da oferta de serviços e melhorias na experiência dos clientes  Em busca de somar sinergias e oferecer soluções ainda mais completas e inteligentes para o mercado, os dois principais portais de anúncios imobiliários do Brasil se unem em […]

Leia Mais

ZAP and Viva Real merge with major potential to disrupt the real estate industry in Latin America

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Two digital real estate market leaders are now part of the same group. The portals ZAP and Viva Real and their companies Geoimovel, suahouse, sub100 and DataZAP will become Grupo ZAP Viva Real ZAP, a Grupo Globo company, the largest media and communications conglomerate in Latin America, began operations in 2000. The company’s site currently […]

Leia Mais