Levantamento inédito do ZAP aponta que 70% dos paulistanos estão satisfeitos com a cidade; satisfação no Rio é de 57%

24 de outubro de 2017

DataZAP, Releases, ZAP Imóveis

Estudo aponta ainda que segurança e oferta de trabalho estão entre os itens com menores níveis de satisfação dos moradores do eixo Rio-São Paulo com renda familiar média de R$ 9.500,00

Levantamento inédito do ZAP, maior especialista no mercado imobiliário brasileiro, aponta que os paulistanos estão mais satisfeitos com os locais onde residem e trabalham do que os cariocas. Segundo o estudo, 70% dos moradores de São Paulo estão satisfeitos com a região onde residem e 32% com a oferta de emprego. Já os cariocas apontam necessidade de melhorias em relação à moradia e emprego e, por isso, a satisfação foi 57% e 19%, respectivamente.

Para 34% dos respondentes, o tempo de deslocamento diário é de 1 a 2 horas. E para uma parcela significativa dos entrevistados, 23%, tal deslocamento ultrapassa 2 horas ao dia. A pesquisa aponta ainda que 50% dos entrevistados utiliza carro próprio em seus deslocamentos, seguido pelo uso de ônibus (45%), metrô ou trem (45%), taxi e similares (28%), bicicletas (6%) e motos (4%).

E, embora o carro seja o principal meio de locomoção nas metrópoles analisadas, há uma quantidade significativa de respondentes que aderem ao transporte público e ao uso frequente de táxis e transportes similares. “Com o crescimento e o desenvolvimento das cidades, a mobilidade urbana surge como um importante indicador de qualidade de vida, principalmente quando vemos índices crescentes sobre o tempo gasto em deslocamentos diários, seja para trabalho ou para atividades rotineiras”, analisa Eduardo Schaeffer, CEO do ZAP.

A pesquisa Qualidade de Vida, que está em sua primeira fase e deve ser expandida para todo o País, contou com a participação de quase 2 mil respondentes nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, que avaliaram a região em que moram e os atributos que consideram importantes para a qualidade de vida no dia a dia.

Satisfação com a cidade
Os quesitos mais apontados por ambos os públicos, paulistanos e cariocas, que precisam ser aprimorados para oferecer uma melhor qualidade de vida são: acessibilidade e infraestrutura (avaliado como excelente ou bom apenas por 17% dos entrevistados), acolhimento de moradores de rua (18%), policiamento ostensivo (23%), prevenção de crimes (24%), consumo de drogas ao ar livre (26%), infraestrutura para idosos (27%), sensação de segurança (30%), quantidade de vagas em postos e hospitais (37%) e oferta de ciclovias (38%).

“O que identificamos é que a população, seja em São Paulo ou no Rio de Janeiro, está muito insatisfeita em relação à segurança e saúde. Melhorias em iluminação de vias públicas, policiamento e serviços de saúde elevariam a qualidade de vida dos moradores imediatamente”, ressalta Schaeffer.

Os habitantes das duas capitais listam segurança, infraestrutura para idosos e oferta de trabalho como as três prioridades de melhoria. “Por serem grandes metrópoles, elas acabam tendo pontos em comum, mas ao mesmo tempo priorizam esses aspectos de forma diferentes, enquanto o Rio coloca a segurança no topo da lista, São Paulo tem uma preocupação maior com os serviços oferecidos pela população idosa”, aponta o CEO.

De acordo com o estudo do ZAP, ainda é possível fazer outro recorte que demonstra variações de análise de acordo com a renda familiar média. Ao se considerar uma família com renda familiar mensal média de até R$ 4.999, segurança e serviços de infraestrutura – como água e energia – lideram a lista de atributos relevantes para a qualidade de vida em uma região, seguidos pela busca por transporte e mobilidade, saúde e educação.

Perfil analisado

A pesquisa foi realizada em junho de 2017 com moradores do Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) e contou com um perfil bastante equilibrado: a maioria das respondentes foi composta por mulheres (52%), com idade entre 33 e 52 anos (53%) e renda familiar média de R$ 9,5 mil. BabyBoomers, consumidores com 53 anos ou mais, corresponderam a 25%; a Geração Y (18 e 32 anos) corresponde a 22% da pesquisa.

Posts Relacionados

ZAP e Viva Real se unem e criam o Grupo ZAP Viva Real

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Os dois maiores portais imobiliários do Brasil vão revolucionar o mercado, com o aproveitamento de sinergias, aumento da oferta de serviços e melhorias na experiência dos clientes  Em busca de somar sinergias e oferecer soluções ainda mais completas e inteligentes para o mercado, os dois principais portais de anúncios imobiliários do Brasil se unem em […]

Leia Mais

ZAP and Viva Real merge with major potential to disrupt the real estate industry in Latin America

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Two digital real estate market leaders are now part of the same group. The portals ZAP and Viva Real and their companies Geoimovel, suahouse, sub100 and DataZAP will become Grupo ZAP Viva Real ZAP, a Grupo Globo company, the largest media and communications conglomerate in Latin America, began operations in 2000. The company’s site currently […]

Leia Mais