Mercado imobiliário apenas se recuperará em 2017 se ajustes econômicos forem aplicados no curto prazo, aponta ZAP

18 de fevereiro de 2016

Institucional

São Paulo, fevereiro de 2016 – Em meio às incertezas da economia, que trazem suas consequências para o mercado imobiliário, os consumidores devem considerar mais alternativas para conseguir sua nova moradia, além do financiamento bancário. Essa é a indicação do CEO do ZAP, o maior portal imobiliário do Brasil, Eduardo Schaeffer, porque apenas veremos uma retomada do setor imobiliário – com maior concessão de crédito e facilidades para comprar um imóvel – a partir de 2017 se os ajustes econômicos necessários forem tomados no curto prazo.

“Em 2015, vimos uma desvalorização de preços dos imóveis provocada, sobretudo, pela delicada situação da economia brasileira. Não acredito que veremos mudanças significativas no mercado imobiliário em 2016. Devemos encerrar o ano com queda real (já descontando a inflação do período) ou até com variação nominal negativa (sem descontar a inflação) nos preços dos imóveis. Uma recuperação deve vir apenas em 2017, contanto que ações para retomada da economia sejam colocadas em prática no curto prazo”, afirma.

Em 2015, o preço de venda dos imóveis no Brasil registrou queda real de 8,48%; já nos valores de locação, o ano fechou com queda real de 12,66%. Os dados são do Índice FipeZAP. Isso significa que, na prática, está mais barato alugar e comprar um imóvel justamente porque o movimento econômico desacelerou.

A retração da atividade econômica também tem contribuído para o aumento da taxa de desemprego e para a escalada da inflação e, consequentemente, da taxa básica de juros (SELIC) nos últimos meses, o que tem diminuído a possibilidade de os consumidores assumirem novas dívidas e fecharem novos negócios. Ao mesmo tempo, os bancos têm sido mais criteriosos para liberar empréstimos.

Entretanto, os efeitos da crise econômica sobre o mercado imobiliário não param por aqui, uma vez que o crescimento da taxa de desemprego tem levado ao aumento do número de devoluções de imóveis comprados ainda na planta e, consequentemente, provocado um aumento dos estoques das incorporadoras nos últimos meses. É por isso que comprar apartamentos prontos, em prédios erguidos há pouco tempo, pode ser uma boa alternativa para quem não pretende adiar ainda mais o sonho da casa própria: é possível adquirir um imóvel novo por um preço mais barato.

Também é um momento de oportunidades para investidores que queiram comprar imóveis a um preço mais atrativo. “O déficit habitacional continua existindo com a crise e, quando esse momento ruim passar, os consumidores voltarão a procurar um imóvel para comprar ou um imóvel maior e melhor para alugar”, aponta Schaeffer.

Já para quem pretende seguir no aluguel enquanto a economia não se recupera, o CEO do ZAP acredita que a crise econômica é um bom momento para renegociar prazos e valores de contratos de aluguel. “É preciso separar um tempo para colocar as contas no papel e pensar em alternativas para fazer bons negócios. Entre as sugestões, está não descartar a possibilidade de aluguel. Com o mercado desaquecido, os proprietários estão mais flexíveis para renegociação de contratos. Use isso a seu favor”, acrescenta Schaeffer.

 

Sobre o ZAP – O ZAP (www.zapimoveis.com.br) é o maior portal imobiliário do Brasil. Empresa do Grupo Globo, o site se destaca por reunir o maior e mais qualificado número de ofertas, além de soluções e informações para quem quer alugar, comprar ou vender. Com uma base de dados atual e confiável, o ZAP também fornece informações estratégicas para analistas do Brasil e do exterior sobre as relações entre a oferta e a demanda de imóveis em todo o País. Possui mais de 7 milhões de usuários e mais de 11 milhões de visitas por mês às suas mais de um milhão de ofertas listadas.

Posts Relacionados

ZAP e Viva Real se unem e criam o Grupo ZAP Viva Real

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Os dois maiores portais imobiliários do Brasil vão revolucionar o mercado, com o aproveitamento de sinergias, aumento da oferta de serviços e melhorias na experiência dos clientes  Em busca de somar sinergias e oferecer soluções ainda mais completas e inteligentes para o mercado, os dois principais portais de anúncios imobiliários do Brasil se unem em […]

Leia Mais

ZAP and Viva Real merge with major potential to disrupt the real estate industry in Latin America

17 de novembro de 2017

Institucional, Releases, ZAP na mídia

Two digital real estate market leaders are now part of the same group. The portals ZAP and Viva Real and their companies Geoimovel, suahouse, sub100 and DataZAP will become Grupo ZAP Viva Real ZAP, a Grupo Globo company, the largest media and communications conglomerate in Latin America, began operations in 2000. The company’s site currently […]

Leia Mais